Avalon (アヴァロン)

avalon poster

  No futuro, um jogo ilegal chamado Avalon atrai diversas pessoas para sua realidade virtual  de guerra simulada. Os melhores jogadores se sustentam através dele, enquanto outros perdem sua mente dentro dele. Um dos principais jogadores é Ash, que prestes a chegar ao “fim” do jogo, descobre uma fantasmagórica fase secreta, onde ninguem retornou e onde não é possível “reiniciar”.

  Esta produção japonesa-polonesa é ó primeiro live-action dirigido por Mamoru Oshii, trabalhando com seus parceiros de sempre, o roteirista Kazunori Ito e o compositor Kenji Kawai. Lembra em diversos momentos o clássico anime cyberpunk Ghost in the Shell, também de Oshii, embora menos prolixo e confuso. Ele faz referência as lendas de Avalon, existente na história do Rei Arthur, mas não possuo conhecimento sobre para saber o nível de relação além do que o filme coloca.

Avalon.2001.720p.BluRay.x264-ESiR.mkv_snapshot_00.06.47_[2014.11.22_12.58.49]Avalon.2001.720p.BluRay.x264-ESiR.mkv_snapshot_00.16.37_[2014.11.22_13.00.07]Avalon.2001.720p.BluRay.x264-ESiR.mkv_snapshot_00.10.41_[2014.11.22_12.59.17]

  Apesar de ter um jogo de guerra (na verdade é uma espécie de MMORPG) como parte da premissa, o filme tem pouca ação e diálogo, mais preocupado na criação de atmosfera, espetacular diga-se de passagem. Acompanhamos a vida repetitiva de Ash num mundo decadente, enquanto o mundo do jogo e aquele fora dele vão se misturando, deixando o limite entre realidade e ilusão cada vez menos claro. Mas este talvez nem seja o ponto principal para a protagonista, que me parece buscar algum tipo de conforto ou razão de ser, independente disso ser alcançado no mundo real ou não.

  O baixo orçamento do filme é claro pelos efeitos especiais, mas há de se reconhecer o belo trabalho que fizeram no visual. Durante a maior parte do filme utilizam um filtro sépia que traz a ideia de sonho, com a iluminação também utilizada de forma criativa trazendo uma estética noir para aquele universo decadente. Vale ressaltar que o responsável pela fotografia é polonês, Grzegorz Kedzierski. A trilha sonora, cheia de sons de orquestra e cantoria lírica, acompanha perfeitamente o longa, possuindo canções com letras relaionadas a história.

Avalon.2001.720p.BluRay.x264-ESiR.mkv_snapshot_00.25.42_[2014.11.22_16.55.41]Avalon.2001.720p.BluRay.x264-ESiR.mkv_snapshot_00.07.49_[2014.11.22_16.56.55]

  Todos os atores do longa são poloneses, o que reflete no idioma utilizado, contribuindo pro clima meio alienígena. Os atores executam bem seus papéis, mas há de se reconhecer a protagonista Malgorzata Foremniak, que realmente faz um ótimo trabalho guiando um filme de ficção científica surreal com tão poucos diálogos, e nos vendendo a ideia e sentimentos pelas reações.

  Mamoru Oshii é mais conhecido pelo seu trabalho em animes mais contemplativos e filosóficos, como Ghost in the Shell e Tenshi no Tamago, mas acredito que para mim este longa me absorveu mais que estes outros. Talvez pelo fato dos atores aqui trazerem mais emoção mesmo quando não estão “em ação”.

  Avalon é talvez um dos mais interessantes neste gênero de jogos ou realidade virtual, tanto entre filmes quanto em animes. Minha única crítica fica por conta de certos elementos terem ficado meio datados, principalmente no que se refere a forma de se olhar para certas tecnologias ou algumas mecânicas de jogos (embora o “resetar” seja essencial na trama), lembrando que MMORPGs não eram comuns como hoje. Só não espere respostas dadas pelo filme, pois a diversão está justamente em ser bem aberto a interpretação.

Gênero: Cyberpunk/Sci FI
Formato: Longa-metragem
Duração: 107 min
Direção: Mamoru Oshii
Ano: 2001

Referência(s):

IMDB

Avalon.2001.720p.BluRay.x264-ESiR.mkv_snapshot_01.15.56_[2014.11.22_17.01.26]Avalon.2001.720p.BluRay.x264-ESiR.mkv_snapshot_01.23.23_[2014.11.22_13.04.13]

Anúncios

4 comentários sobre “Avalon (アヴァロン)

  1. Oii~
    Sou idiota e ri de “Kenji Kawaii”. Enfim…
    Amei a premissa do filme (gosto dessa temática, mas raramente acertam :/) e, pelos seus comentários, parece ser bom, se não formos assistir esperando grandes respostas.
    Baixo orçamento acarretando em efeitos ruins é tão comum que eu chego a me impressionar quando os efeitos são bons, não o contrário lol
    Vou tentar assistir esse filme antes do fim do mundo (ano). kk
    Bye~

    Curtir

    1. Obrigada pelo comentário, me ajudou a consertar a postagem. O nome do sujeito é Kawai, com apenas um i 😛

      Na verdade os efeitos não são exatamente ruins, mas é percepitível a qualidade inferior aos filmes hollywoodianos médios. O pessoal soube aproveitar os recursos aqui. Assista mesmo, não deve se arrepender.

      Até mais 🙂

      Curtir

  2. Esse é um daquele filmes que devemos assistir sem esperar muito, como você disse, nas respostas. Pela fotos deu para notar o clima que o filme tem e logo que vi a imagem me veio Blade Runner: O caçador de androides.

    Achei curioso o filme ter sido dirigido por um japonês com atores poloneses….

    Até mais

    Curtir

    1. Acho que praticamente todo cyberpunk se inspira visualmente em Blade Runner. Numa entrevista o diretor até fala que sempre é referência.

      Sim, a questão de misturar poloneses foi o que me atraiu realmente para ver o filme, além do Mamoru Oshii dirigindo. Uma mistura bem diferente.

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s