Mirai Ninja (未来忍者)

Hoje o blog comemora seu 1º ano de existência, e para celebrar eu decidi fazer um post levemente diferente. Meio nostálgico até.
 

miraininjajpg  Mirai Ninja é um filme que eu gostaria de ter descoberto na infância. Naquela época entre o fim dos anos 80 e início dos 90 quando os temas “ninja” e “cyberpunk” estavam na moda. Robocop, Tartarugas Ninja, Exterminador do Futuro e o tosco American Ninja são algumas das produções/franquias que mais me marcaram. Mas também lembro da alegria que foi descobrir a existência de The Ninja Warriors  no Super Nintendo, um jogo de ação onde controlávamos ninjas cibernéticos, tudo do melhor num mesmo pacote. O fato de ser extremamente difícil foi frustrante, mas só olhar para a arte do jogo me fez criar diversas aventuras na minha cabeça. Imagina se eu soubesse da existência de um filme com esta mesma união mágica?

11 Mirai Ninja.avi_snapshot_00.54.47_[2014.11.13_20.20.19]  Dirigido e escrito por Keita Amemiya, mais conhecido atualmente por ser o criador da franquia de tokusatsu GARO, Mirai Ninja (literalmente Ninja do Futuro) foi lançado em 1988, meses depois de um jogo para Arcades de mesmo nome desenvolvido pela “extinta” Namco, envolvida inclusive na produção do longa. É provavelmente a 1ª adaptação de um videogame para os cinemas, com o desenvolvimento de ambos ocorrendo quase em paralelo. Pelos vídeos no Youtube o jogo não parece muito empolgante, embora curiosamente tenha uma trilha sonora muito boa, contrastando com a fraca e desconexa do filme.

Mirai Ninja Flyer

  O longa é uma espécie de Star Wars no Japão feudal, um sci fi ambientado nos moldes de filmes japoneses de Akira Kurosawa que George Lucas usou de inspiração (ou copiou dizem alguns), além de uma sensibilidade derivada de tokusatsus como Kamen Rider. Temos shurikens que viram raio laser no ar, tanques adaptados de construções antigas japonesas, feitiçaria e androides andando de forma cômica. A premissa é simples. Basicamente trata de um ninja ciborgue rebelde Shiranui que se junta aos humanos para impedir a dominação do mundo por vilanescos androides ninjas que estão prestes a trazer a Terra seu deus cruel. Nosso herói também busca recuperar sua alma humana, que está nas mãos dos vilões. A história se torna “complexa” pelos diversos detalhes introduzidos de forma ridiculamente confusa no início, e o pouco desenvolvimento nos aproximadamente 70 minutos de duração do filme os tornam um tanto irrelevantes.

11 Mirai Ninja.avi_snapshot_00.03.45_[2014.11.13_20.12.07] 11 Mirai Ninja.avi_snapshot_00.02.18_[2014.11.13_20.09.58] 11 Mirai Ninja.avi_snapshot_00.02.53_[2014.11.13_20.10.42]

  Como todo filme de ninjas o mais importante é a ação, embora a “épica” batalha inicial não seja das mais promissoras. São diversos humanos e androides lutando em algumas das coreografias mais mal executadas que já vi. A vezes parece que cada um faz o que quer nas cenas, os golpes passando longe dos alvos que reagem dramaticamente. Felizmente as batalhas melhoram no decorrer do filme, mais dinâmicas e divertidas apesar de não muito bem coreografadas. Não faltam momentos absurdos meio difíceis de explicar, como reações extremamente antecipadas e aparentemente a ordem para os atores era “na dúvida, dê uma cambalhota”. Lembra tokusastsus antigos como Kikaider, em sua forma meio simplista de lidar com ação.

  No aspecto visual o filme não decepciona. Os vilões tem atenção maior em seu design, principalmente Shouki, com seus tentáculos e “máscara” sinistra. Nosso herói tem um “rosto” marcante, mas o restante do corpo decepciona por ser comum. Na verdade é possível perceber a visão do diretor Amemiya pelo filme, como uma versão mais crua de Garo por exemplo.  As armas e veículos se beneficiam da mistura do sci fi com o Japão feudal, com algumas boas ideias espalhadas pelo filme, assim como suas versões nipônicas dos AT-ST.  Os efeitos especiais no geral são bons considerando a idade, com destaque para as maquetes e miniaturas bem feitas e detalhadas. Foram lançados bonecos de dois personagens do longa, Shouki e Shiranui, muito bem elaborados por sinal.

Shouki
11 Mirai Ninja.avi_snapshot_00.03.13_[2014.11.13_20.25.50] 11 Mirai Ninja.avi_snapshot_01.00.45_[2014.11.13_20.21.48] 

  Muitos dos defeitos de Mirai Ninja passariam despercebidos por mim na infância, e provavelmente eu teria uma lembrança carinhosa dele por ter ninjas cibernéticos. Hoje ele mantém um certo apelo visual, além do atauqe nostálgico que atinge gente como eu. No geral deve funcionar melhor como um pretexto para reunir os amigos, dividir umas pizzas e dar risadas.

Pra finalizar um trailer de Cyber Ninja, como ficou conhecido nos EUA ao ser lançado em VHS:

 Referências

Hardcore Gaming 101

Wikipédia

11 Mirai Ninja.avi_snapshot_00.16.02_[2014.11.13_20.16.58]

Anúncios

3 comentários sobre “Mirai Ninja (未来忍者)

  1. olá!!

    Parabéns pelo primeiro ano de vida de blog. Que venha mais pela frente!! Não desanime.

    Gostei da parte que você disse que o filme serve como pretexto para reunir os amigos e se diverti. Faz tempo que não faço isso com os meus… rsrsrsr

    É incrível o quanto mudanças da infância para a fase adulta….

    Até mais

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s