Gamera Surī: Jyashin Irisu Kakusei (ガメラ3 邪神〈イリス〉覚醒) / Gamera 3: Revenge of Iris

iris

  Finalizando a trilogia iniciada em 95, temos o filme mais ambicioso de todos, tanto no que diz respeito à complexidade do enredo quanto às cenas de ação. Vemos aqui as implicações dos constantes desastres no Japão, como as pessoas lidam com isso e a razão de existência dos monstros. Há o retorno da maioria dos personagens do 1º filme, alguns como protagonistas, caso da ornitóloga Mayumi e da garota Akagi. O destaque entre os personagens é mesmo Ayana, a primeira criança a odiar a tartaruga gigante, algo inédito em toda a franquia.

  A jovem Ayana culpa Gamera pela morte de seus pais e descobre numa caverna de uma pequena vila japonesa uma criatura que pode ajudá-la em sua vingança. Enquanto isso, vários Gyaos (os “pássaros” gigantes do 1º filme) começam a surgir pelo mundo e após mais uma catástrofe durante uma batalha de Gamera numa região populosa, as pessoas começam a se questionar se ele realmente é aliado.

gamera3c gamera3a

  Deixando de lado o tom realista dos outros dois filmes, neste a ciência dá lugar a magia, que curiosamente é  apresentada no filme, através de um jogo fictício do console Sega Dreamcast. O enredo torna-se meio confuso pela forma como é explicada a “magia” presente no planeta Terra e sua relação com os monstros (existe até um culto religioso na história), mas o filme traz mensagens mais interessantes e as comunica melhor do que seus predecessores.

  Desta vez os efeitos especiais receberam uma bela melhora e somados a boa direção, proporcionam as mais emocionantes cenas de ação da saga. Gamera recebeu um visual bem mais monstruoso, e esta falta do ar de “bom moço” deixa as dúvidas da sociedade em relação a ele mais críveis. O inimigo principal é Iris, com design menos interessante que o Legion do filme anterior, mas que proporciona lutas interessantes devido a seu leque de habilidades. Temos também a presença dos Gyaos, embora num papel reduzido. Há maior utilização de CG, e ela melhorou muito em relação ao filme anterior, com destaque para uma agitada batalha aérea, mas existem momentos muito datados, principalmente nas interações entre humanos e monstros.

gamera3d

  Mais inteligente do que a média do gênero, trazendo inclusive personagens humanos interessantes, este filme fecha muito bem a trilogia iniciada em 1995. Em 2006 seria lançado Gamera: The Brave (Gamera: A Guardiã do Universo no Brasil), um filme voltado ao público infantil e que ignora os 3 filmes dos anos 90.

Gênero: Sci Fi/Aventura/Kaiju
Filme Live-action
Duração: 108 min
Direção: Shusuke Kaneko
Estúdio: Daiei film
Ano: 1999

gamera3b

Extra:  1ª parte do making of do filme com áudio japonês e sem legendas. O restante pode ser encontrado no mesmo canal.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s